Início Desenvolvimento e Gestão Administração Feliz Deserto tem primeira Audiência Pública para discussão do Plano Municipal...

Feliz Deserto tem primeira Audiência Pública para discussão do Plano Municipal de Saneamento Básico

329
0
COMPARTILHAR

Na última segunda-feira (21), aconteceu, no auditório da Câmara Municipal de Vereadores de Feliz Deserto a Audiência Pública para apresentação oficial à população e demais interessados do diagnóstico da situação atual quanto ao abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos, drenagem urbana, manejo de águas pluviais e assuntos correlatos. Trata-se de serviços públicos indispensáveis e diretamente relacionados à prevenção de doenças na comunidade, bem como à preservação do meio ambiente, devendo, todos, integrar uma política pública voltada para a efetiva promoção do bem-estar da população.

Participaram do evento o vice-prefeito Jorge Nunes; o vereador e líder do governo na Câmara Municipal, José Adilson; o secretário de Obras e Urbanismo, Márcio Filho; o secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, Dedé Cota; o secretário de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Roberto Leoni; o secretário de Turismo e Eventos, José Horgdys; a chefe de Gabinete da Prefeitura, Patrícia Lessa; alunos das escolas municipais e demais membros da comunidade.

O objetivo maior do Plano Municipal de Saneamento Básico, que será elaborado a partir das referidas informações, é alcançar níveis crescentes de qualidade de vida, propiciando condições adequadas de salubridade e de proteção ambiental, por meio da universalização e da gestão integrada dos serviços de abastecimento de água tratada, coleta e tratamento de esgoto; de drenagem e manejo de águas pluviais urbanas e de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

O Plano visa, ainda, a contemplar a efetiva participação da sociedade na formatação e na gestão dos serviços em tela, de forma que os mesmos sejam permanentemente disponibilizados para o cidadão, em conformidade com os níveis de desenvolvimento, crescimento populacional e de investimentos projetados para a cidade ao longo dos próximos 20 anos.

Por: ASCOMFD

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui